sábado, 6 de dezembro de 2008

Não vai passar,



Ela tinha medo de que as palavras perdessem a alegria da primeira leitura. Talvez, por isso, tentava se controlar para não decorar cada uma delas. Para não conseguir ouvir, saindo da boca dele, tudo aquilo. Para não ler além daquelas linhas nem se perder no mar de incertezas que surgia diante de si. Mas tudo isso era tão difícil, que aos poucos, a tranqüilidade de ver seus sentimentos expostos naquela janelinha online do MSN cedia lugar a um milhão de dúvidas que pareciam lhe corroer as idéias e o tempo. Ele entendeu o que eu quis dizer? Entendeu que eu disse que passaria (se Deus quisesse) apenas como uma tentativa, quase desesperada, de fazê-lo compreender que somos amigos antes de tudo?

Devaneios. Ela não esperava por aquela inquietação. Podia jurar de pés juntos que os olhares nunca haviam sido intencionais – muito menos para ele. Fazia questão também de deixar claro o quanto se sentia despreocupada com o desenrolar da recente história, que para ela, sinceramente, não chegaria a lugar nenhum. Não por ela. Ah, mas aquela inquietação.
Meu Deus, como agora tentava não pensar, esquecer, apagar da memória! Mas já não era possível. Bastavam alguns segundos de distração para a cena lhe vir à mente e parecer lhe atingir a alma. Seu rosto bem próximo ao dele. As mãos entrelaçadas e apaixonadas – elas já se gostavam antes deles descobrirem-se juntos. Sua boca agora chegava àquele mesmo rosto que, a pouco tempo, enxergara tão próximo de si. Ela, então, lhe dava um beijo na bochecha, enquanto ele fechava os olhos. Devaneios.

Diante da tela do computador, lia mais uma vez aquelas palavras, na mesma janelhinha do MSN - agora offline. “Quando ele tiver on perguntarei se entendeu tudo e direi logo, ‘não vai passar’”.

Um comentário:

flamejante_lc disse...

Eu sempre achei q acaso era o nome das ações q o destino dá a seus feitos.E não q por "acaso" te vi,por"acaso"contigo dançei.Poucas vezes é verdade,mas dançei.,rs.Fiquei surpreso ao entrar no orktu, e ver uma faceta sua q eu desconhecia.Explico:não fazia idéia dessa sua"veia"poética.
Talvez por machismo,talvez por ignorância.O Fato q estou perplexo e encantado.Não é todos os dias q deparamos com forrozeiras q se expressam d maneira tão leve e lúdica...Se antes eu já me sentia atraído pela beleza estética,fala mansa e a simpatia q dispensa a todos(isso inclui os"desconhecidos"como eu,rs.),agora não como ve lá como as demais.
Deixo aqui meu apreço e carinho por ti loira.
E quando eu lhe chamar pra dançar vai saber quem foi o ousado q tomou o seu tempo nessa missiva sem importância.
flamejante_lc@hotmail.com
Mais conhecido com Lucas,negrão careca, feio e xoteador doentio...até mais.