quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Sabedoria maior

29/10/2009
Preconceito
Era uma vez o menino negro que estudava em uma escola chamada Sérgio Luiz. Os meninos que estudava na mesma escola ficavam humilhando ele, chamava de negro safado e disse que não era para ele estudar na mesma escola. Então o João foi dizer a professora. A professora chamou a mãe de João e as mães dos meninos. O meninos pediu desculpas a João, que foi humilhado.
Por isso que não podemos fazer o que aconteceu, porque nós samos diferentes por fora e igual por dentro.

Texto de Weudes de Jesus Santos, 10 anos, morador de Chã da Jaqueira

3 comentários:

Mr. Bean disse...

"Não sabeis por que Nós vos criamos a todos do mesmo pó? A fim de que ninguém se enalteça acima dos outros. Ponderai no coração, em todos os tempos, de que modo fostes criados. Desde que vos tenhamos criados a todos da mesma substância, deveis ser como uma só alma, andando com os mesmos pés, alimentando-vos com a mesma boca e habitando na mesma Terra, a fim de que, do imo de vosso ser, através de vossas ações, se manifestem os sinais da unidade e a essência do desprendimento. É este o Meu conselho a vós, ó assembléia da luz! Atendei a este conselho, para que possais obter, da árvore da glória maravilhosa, o fruto da santidade."

Mami disse...

Luiza, muito bacana vc publicar o texto desse menino em seu blog. Uma oportunidade real para refletirmos sobre o preconceito.
Beijos.
Mami

Zoraida disse...

Luiza querida,

As nossas escolhas devem ser sempre a realização da nossa mais pura essência. A sua escolha revela a sua descoberta. Esse aluno será um dia um belo fruto da árvore que você ajudou a cultivar.
De uma grande e silenciosa adimiradora.